APOSTOLADO DO ORATÓRIO NO LÍBANO

Diácono Joseph Saad El Darazi

O libanês nascido em Hammana, cidade localizada no Monte do Líbano, chegou ao nosso país em 1993. Aqui ele se naturalizou brasileiro, encontrou sua esposa e recomeçou uma nova vida. Foi ordenado Diácono permanente na Igreja Nossa Senhora do Líbano, em São Paulo, no ano de 2007. Ele é o incentivador do Apostolado do Oratório no Líbano, onde já há 48 grupos formados em 11 cidades

 

Como o senhor conheceu os Arautos do Evangelho?

Desde que cheguei ao Brasil eu queria participar de um grupo de oração do Terço, onde pudesse ler a Bíblia. Depois de alguma procura, recebemos um convite para assistir uma Missa dos Arautos na Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro do Sumaré. A igreja estava cheia e nós teríamos que assistir a Missa em pé, no fundo; diante disso, fiquei desanimado e queria ir embora. Foi quando um jovem arauto nos chamou e indicou um banco bem em frente à imagem de Nossa Senhora de Fátima, eu fiquei cativado! Naquele dia começou nossa jornada com os Arautos e hoje somos Cooperadores.

Diácono Joseph Darazi

Como foi o começo do Apostolado do Oratório no Líbano?

Um dia um Arauto me perguntou se era possível levar o Oratório para o Líbano. A ideia ficou na minha cabeça e eu comecei a agir. Telefonei para um amigo, Sr. Edouard Awad, e ele disse que estava doente e que não podia tomar conta do Oratório. Eu pedi que ele pensasse bem e que eu ligaria depois.

Para surpresa minha, na segunda ligação ele atendeu o telefone e disse que eu podia enviar o Oratório para ele o mais rápido possível. Ele me contou que teve um sonho no qual ele viu Nossa Senhora saindo da igreja. Ela parou, olhou na direção dele e deu um sorriso, virou e foi até outra capela pequena no fim da rua.

Então eu enviei o Oratório para ele e expliquei como funcionam os grupos de famílias. Ele então começou a fabricar outros Oratórios e organizou grupos de famílias. Hoje temos 48 Oratórios peregrinando nas famílias das seguintes cidades: Beirute, Andaket, Kobayat, Jbeil, Ain dará Zahle, Batroun, Bejdarfel, Jdeidet El Maten El Chimaly, Zalka e Sin Elfil, Jounieh.

Projeto da capela Nossa Senhora de Fátima que está sendo construída em Andaket pelos Coordenadores do Apostolado do Oratório

Como é ser cristão no Líbano?

O Líbano é uma Terra Santa, o povo é católico, apostólico e romano. O maior grupo de católicos no Líbano são os maronitas. Temos diversos santos e outros em processo de canonização: São Charbel, São Nahemtal El Hardini, Santa Rafqa, Beato Yaccoub El Cabouchi e o Beato Estefanos Nehme.

Os libaneses têm grande devoção a Nossa Senhora de Fátima e acreditam no rosário e na profecia dela. Em maio, todo mundo coloca flores e as pessoas fazem procissões, rezando diante do Oratório. Após a vinda dos Oratórios, a devoção a Nossa Senhora de Fátima cresceu de forma impressionante! Em abril temos a festa da padroeira do Líbano, Nossa Senhora do Líbano.

Sr. Edouard Awad e esposa

Conte-nos alguma graça alcançada a propósito do Apostolado do Oratório no Líbano

Diversos milagres aconteceram na vida de Edouard Awad, sendo o mais impressionante o seguinte. Na primeira vez que ele encomendou fotografias de Nossa Senhora de Fátima em uma gráfica, o preço foi muito alto. Na segunda vez o dono não quis cobrar nada, então o Eduard ficou muito contente. Era a época da guerra no Líbano e alguns dias depois um carro bomba explodiu em frente ao prédio da gráfica e queimou o prédio inteirinho, mas não aconteceu absolutamente nada com a gráfica, ficou intacta e o caso passou na televisão e foi algo que não obteve explicação até hoje.


Fonte: Apostolado do Oratório

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Categorias

Visitas

Flag Counter
%d blogueiros gostam disto: