ORDENAÇÕES DIACONAIS E PRESBITERAIS NOS ARAUTOS DO EVANGELHO

Em cerimônias solenes foram ordenados nos dias 27 e 29 de dezembro 12 diáconos e 13 sacerdotes respectivamente. Todos fazem parte da Sociedade Clerical de Vida Apostólica de Direito Pontifício ‘Virgo Flos Carmeli’, pertencente à família dos Arautos do Evangelho.

Ordenações diaconais e presbiterais nos Arautos do Evangelho 1.jpg
As cerimônias ocorreram na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, localizada no município de Caieiras, São Paulo. Com a autorização do Bispo da Diocese de Bragança Paulista, Dom Sérgio Aparecido Colombo, ambas celebrações foram presididas por Dom Benedito Beni dos Santos, Bispo emérito de Lorena, prelado que durante muito tempo colabora com a organização dos estudos dos Arautos do Evangelho.

Os nomes dos novos sacerdotes são: André Luiz de Moura Pereira, Andrey Almeida Durães, Arturo Nicolás Hlebnikian, Christian Almeida Durães, Glauton César Freire Pinto, Ismael Andrés Fuentealba Jaure, Mateus Mitsuo Taneguti, Nilton César Numajiri, Paulo Alberth Barbosa Molina, Pedro Henrique Faustino Braga, Rodrigo Fugiyama Nunes, Thiago de Oliveira Geraldo, Stéffan de Souza Moreno, de diversas nacionalidades.

No início de sua homilia, Dom Beni fez duas saudações diferentes a Dom Colombo e ao Monsenhor João Clá Dias, EP, fundador dos Arautos do Evangelho, assim como ao Padre Alex Barbosa de Brito, EP, presidente interino dos Arautos do Evangelho.

Ordenações diaconais e presbiterais nos Arautos do Evangelho 2.jpg

Comentou Dom Beni em sua pregação do Evangelho do dia, que narra o encontro de Simeão com o Menino Deus no dia da purificação de sua Mãe. Foram duas as profecias proferidas pelo velho Simeão naquela ocasião: uma é a de que a criança seria pedra de contradição e outra anunciando a Nossa Senhora que uma espada de dor atravessaria sua alma. O cristão e o sacerdote são também um sinal de contradição, em sua vida também haverá sofrimento; cada dia traz seu ‘martírio’, sofrimento constante que os homens devem unir ao sofrimento de Cristo.

Mas eles também devem estar unidos a Jesus em sua caridade, e devem amar ao povo de Jesus com o amor de Jesus. Além disso, o sacerdócio é antes de tudo um grandioso dom, inteiramente gratuito, não devido a nenhum mérito por parte do homem.

A solene, pomposa e sóbria cerimônia de ordenação foi concelebrada por mais de 70 sacerdotes, e também teve a participação de autoridades civis como a embaixadora de El Salvador no Brasil e o chefe da representação consular do Paraguai em São Paulo. (Fotos: Gustavo Kralj / Gaudium Press). (EPC)


Fonte: Conteúdo publicado em gaudiumpress.org

This entry was posted in Missas e Procissões, Notícias. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *