UM PASSEIO NO ALTO DA SERRA DA MANTIQUEIRA

Um dos dias da viagem que será inesquecível para todos foi à passagem por Campos de Jordão. A cidade é conhecida como “Suíça Brasileira”, devido ao seu clima frio e pela arquitetura em construções europeias.

Os enjolras acompanhados dos Padres Tonelli e Ferronato, EP, em Campos do Jordão

ACOLHIDA CALOROSA EM NOVA FRIBURGO

Assim que os jovens chegaram foram recebidos com uma calorosa acolhida pelo grupo de Nova Friburgo, comandados pelo Pe. Lourenço Ferronato, EP, que nos convidou para estarmos juntos neste local.

Uma calorosa acolhida do Pe. Lourenço Ferronato, EP ao grupo de Salvador

: Acolhida dos enjolras de Nova Friburgo ao Pe. Carlos Tonelli, EP

 O Pe. Lourenço Ferronato celebra em Nova Friburgo para os enjolras. Logo após, são convidados para um lanche, permanecendo para o almoço

Os enjolras participam da celebração em Nova Friburgo com o Pe. Ferronato, EP

UM CONVITE PARA CELEBRAÇÃO

Depois, a convite do Pe. José, da Ordem dos Joseleitos fundado pelo Pe. José Gumercindo, pároco de São Benedito, pudemos concelebrar a Santa Missa.

Celebração da Santa Missa a convite do Pe. José

A Homilia do Pe. Lourenço Ferronato, EP na Igreja de São Benedito

Após a Santa Missa, os Padres José, Ferronato e Tonelli com os jovens

VISITA AO PALÁCIO BOA VISTA

Passeios culturais também puderam ser partilhados, como o Palácio Boa Vista, que é a residência oficial de inverno do governador do Estado de São Paulo. O Palácio localiza-se no Alto da Boa Vista, na cidade de Campos do Jordão. Sua construção iniciou-se em 1938, a pedido do interventor federal Adhemar de Barros, para servir, então, de residência oficial de veraneio, sendo concluída somente em 1964.

Palácio Boa Vista com os Arautos do Evangelho

Em 1970, o Palácio seria declarado “monumento de visitação pública” e transformado em um centro de arte, sem prejuízo de sua finalidade precípua de sede de inverno do governo estadual. O grupo pôde registrar sua passagem na fotografia que registrada em frente ao palácio.

Os enjolras e os Arautos em frente ao Palácio Boa Vista

OS JARDINS QUE FALAM – PARQUE AMANTIKIR

Vários jardins de diversas partes do mundo (Estados Unidos, Espanha, França, Suíça, Inglaterra, Escócia, México, Canadá) estão unificados à natureza de Campos do Jordão. O termo Amantikir é o termo indígena que originou a palavra Mantiqueira, e significa “Serra que Chora”, por causa de uma lenda da princesa que se apaixonou pelo sol e, a lua, com ciúmes, prendeu a princesa em uma montanha muito alta. Depois, o grupo se “perdeu” no labirinto feito de arbustos e correram no seu jogo de rodelas.

Os enjolras no labirinto de grama

Vista que se tem do Morro do Elefante, jogo de rodelas, diversão para os enjolras

Porta retrato gigante em pleno jardim

Os cuidados e as curiosidades sobre as plantas

Mais uma linda lembrança de despedida

Além disso, o grupo visitou o ponto turístico mais frequentado: o Morro do Elefante. Sua subida faz-se por teleférico. De lá, pode ser visualizado uma das mais belas paisagens de Campos do Jordão

Vista que se tem do Morro do Elefante

This entry was posted in Atividades com Jovens, Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *